Siga-nos

Blog

Classificação de frutas e utilização na sorveteria

Você sabia que as frutas possuem uma classificação? E que no ramo da sorveteria cada uma é utilizada em porcentagens diferentes?

Nem toda fruta é doce! Tudo depende do grupo a que ela pertence e da quantidade necessária de açúcar para equilibrar a receita. 

Saiba como identificá-las e o que isso impacta no seu sorvete:

🍋 ÁCIDAS: São as que mais precisam de açúcar. Por exemplo: Limão, cupuaçu, maracujá.

🍍 INTERMEDIÁRIAS: Frutas que possuem bastante fibra e bastante água. Por exemplo: Abacaxi.

🍓 DOCES: Frutas acompanhadas de pouco ou quase nada de açúcar. Por exemplo: Morango, banana, framboesa.

🍉 COM POUCO SÓLIDO: Frutas que não possuem sólidos de origem fibrosa, são quase que totalmente compostas por água. Por exemplo: Melancia, laranja.

“Mas Chef, como saber qual é o que e como isso funciona dentro do sorvete?”

É simples! O que determina é a capacidade que a fruta tem para receber açúcares. Pense no seguinte exemplo:

Se você colocar uma colher de açúcar no suco de laranja, é possível sentir o gosto “docinho”. Mas se colocar a mesma medida em um suco de limão, é impossível sentir o gosto do açúcar!

Desta forma, no sorvete de limão podemos colocar mais sólidos de açúcar. Já no de laranja, se colocarmos muito açúcar, o sorvete fica intragável

Mas não dá para saber somente com o paladar. Por isso, todo sorveteiro que se preze deve ter sempre em mãos o refratômetro. Equipamento perfeito para saber com exatidão qual fruta precisa de mais – ou menos – açúcar na receita.

Então se você deseja trabalhar com sorvetes 100% artesanais, esses parâmetros são fundamentais para se produzir um produto estruturado e saboroso. 

Já sabe onde encontrar essas e outras informações, né? Curso Online Negócio Sorvete!

Gostou do post? Comenta aqui embaixo!

Até a próxima!

POST A COMMENT